Artigo do site Jornow - Uma novidade para os amantes de livros

A autora lendo A Saga de Orum
A autora lendo A Saga de Orum


Quando resolveu escrever A Saga de Orum, a autora Lara Orlow pensava no resgate de nossa cultura de matriz africana. Mas jamais imaginou o sucesso que isso faria.

Somos um povo misto, nosso folclore foi criado à partir de lendas europeias, africanas e indígenas. Quando entramos em uma livraria, nos deparamos com aventuras ficcionais com mitos europeus em grande profusão, alguns livros sobre lendas indígenas, e praticamente nada da cultura africana. Salvo os livros que abordam as questões religiosas.

Com esse mote, a autora percebeu uma lacuna, que precisava ser preenchida. Algo que chamasse a atenção de jovens e adolescentes. Um texto dinâmico, atual, que pudesse ensinar os mitos africanos, sem afetar crenças.

Desse pensamento, nasceu uma história surpreendente, próprio para jovens leitores, mas que com certeza irá cativar adultos.

Se você faz parte do grupo de devoradores de livros, prepare-se para viver uma emocionante aventura no reino dos orixás. A Saga de Orum – Os Guerreiros Sagrados.


http://www.jornow.com.br/jornow/noticia.php?idempresa=3998&num_release=114577&ori=D

Artigo do site Jornow - Uma novidade para os amantes de livros

A autora lendo A Saga de Orum
A autora lendo A Saga de Orum


Quando resolveu escrever A Saga de Orum, a autora Lara Orlow pensava no resgate de nossa cultura de matriz africana. Mas jamais imaginou o sucesso que isso faria.

Somos um povo misto, nosso folclore foi criado à partir de lendas europeias, africanas e indígenas. Quando entramos em uma livraria, nos deparamos com aventuras ficcionais com mitos europeus em grande profusão, alguns livros sobre lendas indígenas, e praticamente nada da cultura africana. Salvo os livros que abordam as questões religiosas.

Com esse mote, a autora percebeu uma lacuna, que precisava ser preenchida. Algo que chamasse a atenção de jovens e adolescentes. Um texto dinâmico, atual, que pudesse ensinar os mitos africanos, sem afetar crenças.

Desse pensamento, nasceu uma história surpreendente, próprio para jovens leitores, mas que com certeza irá cativar adultos.

Se você faz parte do grupo de devoradores de livros, prepare-se para viver uma emocionante aventura no reino dos orixás. A Saga de Orum – Os Guerreiros Sagrados.


http://www.jornow.com.br/jornow/noticia.php?idempresa=3998&num_release=114577&ori=D

Artigo do site Dihitt - A Saga de Orum - uma inovação na literatura nacional


A autora Lara Orlow, mais uma vez inovando com seu espirito revolucionário, trás para o mercado editorial o que poderia ser chamado de marco histórico.

Após escrever sobre a diáspora cigana da Idade Média – Wlad, Os prisioneiros do Destino, e um incomum romance abordando a questão de diversidade sexual – Os Caminhos de Lumia, ela reformula os mitos ancestrais africanos e nos apresenta um livro no mínimo inusitado. “A Saga de Orum – Os Guerreiros Sagrados”.

A história começa com o sumiço de uma pedra sagrada, que pode destruir o príncipe Oxaguiã, no reino dos orixás. Caso isso aconteça o mundo, tal qual o conhecemos, será aniquilado. Para resolver esse enigma Orunmilá, consultando seu oráculo, convoca os Guerreiros Sagrados: três jovens humanos, que sequer imaginavam sua linhagem ancestral.

Entre situações cômicas e outras sinistras, os três adolescentes enfrentarão perigos e aventuras fantásticas, pelos mitos e as lendas africanas, até descobrir o paradeiro da tal pedra.

Um livro que promete muita emoção, do começo ao fim, com um enredo que leva o leitor do riso às lágrimas em poucas linhas de distância.

Confira essa aventura!





Serviço:
Livro: A Saga de Orum – Os Guerreiros Sagrados
Autor(a): Lara Orlow
Preço: R$ 38,00
Páginas: 364
Anadarco Editora

www.livrariadaana.com.br
http://divulgarts.dihitt.com/noticia/a-saga-de-orum--uma-inovacao-na-literatura-nacional

Artigo do site Dihitt - A Saga de Orum - uma inovação na literatura nacional


A autora Lara Orlow, mais uma vez inovando com seu espirito revolucionário, trás para o mercado editorial o que poderia ser chamado de marco histórico.

Após escrever sobre a diáspora cigana da Idade Média – Wlad, Os prisioneiros do Destino, e um incomum romance abordando a questão de diversidade sexual – Os Caminhos de Lumia, ela reformula os mitos ancestrais africanos e nos apresenta um livro no mínimo inusitado. “A Saga de Orum – Os Guerreiros Sagrados”.

A história começa com o sumiço de uma pedra sagrada, que pode destruir o príncipe Oxaguiã, no reino dos orixás. Caso isso aconteça o mundo, tal qual o conhecemos, será aniquilado. Para resolver esse enigma Orunmilá, consultando seu oráculo, convoca os Guerreiros Sagrados: três jovens humanos, que sequer imaginavam sua linhagem ancestral.

Entre situações cômicas e outras sinistras, os três adolescentes enfrentarão perigos e aventuras fantásticas, pelos mitos e as lendas africanas, até descobrir o paradeiro da tal pedra.

Um livro que promete muita emoção, do começo ao fim, com um enredo que leva o leitor do riso às lágrimas em poucas linhas de distância.

Confira essa aventura!





Serviço:
Livro: A Saga de Orum – Os Guerreiros Sagrados
Autor(a): Lara Orlow
Preço: R$ 38,00
Páginas: 364
Anadarco Editora

www.livrariadaana.com.br
http://divulgarts.dihitt.com/noticia/a-saga-de-orum--uma-inovacao-na-literatura-nacional

Artigo do Jornal GGN - O mundo da Literatura está um pouco mais encantado


Acontece que a autora Lara Orlow resolveu ampliar os limites do fantástico, exaltando a mitologia africana. Isso mesmo! O mundo da fantasia ganhou ares africanos, em meio aos seus encantadores mitos.

Recheada de aventura, a história se passa nos dias atuais, quando três jovens vão parar misteriosamente em Orum, o Reino dos Orixás. Eles precisam desvendar um crime ali ocorrido para salvar os dois mundos: Orum e Aiyé - como os Orixás chamam a Terra.

Depois de se deliciar junto aos seus alunos com livros como Harry Potter e Percy Jackson, a autora, que também é professora, imaginou porque não poderíamos ter o mesmo estilo literário baseado em nossa matriz cultural africana.

Assim nasceu A Saga de Orum – Os Guerreiros Sagrados. Lara promete mais dois livros na sequencia, e afirma que já está finalizando o segundo volume da série, ainda sem o subtítulo oficial. O lançamento do primeiro volume da trilogia foi em 21 de setembro de 2013, durante um importante evento da Literatura, o Fantasticon – Simpósio de Literatura Fantástica, em São Paulo, capital.

São raros os livros que abordam esse tema (mitologia africana) em forma de ficção e aventura, existindo em quase sua totalidade obras voltadas para o público religioso. A autora sentiu falta de livros que pudessem ser lidos em sala de aula, independente da orientação religiosa dos alunos. A Saga de Orum permeia o fantástico, o irreal, uma ficção encantada, como o chama Lara Orlow. Para abordar esse intrigante tema, ela precisou mergulhar em uma ávida pesquisa sobre os orixás e seus mitos, a fim de transcrevê-los em forma de literatura fantástica.


“Não foi um trabalho fácil”, afirma Lara, “os mitos africanos variam de nação para nação, por se tratar de uma tradição oral. Assim, um orixá pode ser masculino ou feminino, dependendo da nação que o cita, como é o caso de Olokun”. Para adequar os mitos à aventura fantástica, a autora precisou fazer algumas adaptações, como, por exemplo, criar alguns elos de parentesco inexistentes nas lendas originais. “É provável que isso gere algumas críticas”, explica a autora, “mas ponderando sobre a diversidade dos mitos e suas muitas ramificações, acredito que isso não seja um problema para os seguidores das religiões de matriz africana”.

O principal objetivo da autora, ao escrever o livro, foi justamente erradicar o preconceito, gerando conhecimento. Além de proporcionar para educadores, pais e escolas, um material rico e dinâmico, em linguagem atual, para a abordagem do tema: cultura africana, uma vez que faz parte do currículo nacional de educação, seja em sala de aula, ou fora dela.

SERVIÇO:
Livro: A Saga de Orum – Os Guerreiros Sagrados
Autor(a): Lara Orlow
Preço: R$ 38,00
Páginas: 364
Anadarco Editora

www.livrariadaana.com.br

http://jornalggn.com.br/fora-pauta/o-mundo-da-literatura-esta-um-pouco-mais-encantado

Artigo do Jornal GGN - O mundo da Literatura está um pouco mais encantado


Acontece que a autora Lara Orlow resolveu ampliar os limites do fantástico, exaltando a mitologia africana. Isso mesmo! O mundo da fantasia ganhou ares africanos, em meio aos seus encantadores mitos.

Recheada de aventura, a história se passa nos dias atuais, quando três jovens vão parar misteriosamente em Orum, o Reino dos Orixás. Eles precisam desvendar um crime ali ocorrido para salvar os dois mundos: Orum e Aiyé - como os Orixás chamam a Terra.

Depois de se deliciar junto aos seus alunos com livros como Harry Potter e Percy Jackson, a autora, que também é professora, imaginou porque não poderíamos ter o mesmo estilo literário baseado em nossa matriz cultural africana.

Assim nasceu A Saga de Orum – Os Guerreiros Sagrados. Lara promete mais dois livros na sequencia, e afirma que já está finalizando o segundo volume da série, ainda sem o subtítulo oficial. O lançamento do primeiro volume da trilogia foi em 21 de setembro de 2013, durante um importante evento da Literatura, o Fantasticon – Simpósio de Literatura Fantástica, em São Paulo, capital.

São raros os livros que abordam esse tema (mitologia africana) em forma de ficção e aventura, existindo em quase sua totalidade obras voltadas para o público religioso. A autora sentiu falta de livros que pudessem ser lidos em sala de aula, independente da orientação religiosa dos alunos. A Saga de Orum permeia o fantástico, o irreal, uma ficção encantada, como o chama Lara Orlow. Para abordar esse intrigante tema, ela precisou mergulhar em uma ávida pesquisa sobre os orixás e seus mitos, a fim de transcrevê-los em forma de literatura fantástica.


“Não foi um trabalho fácil”, afirma Lara, “os mitos africanos variam de nação para nação, por se tratar de uma tradição oral. Assim, um orixá pode ser masculino ou feminino, dependendo da nação que o cita, como é o caso de Olokun”. Para adequar os mitos à aventura fantástica, a autora precisou fazer algumas adaptações, como, por exemplo, criar alguns elos de parentesco inexistentes nas lendas originais. “É provável que isso gere algumas críticas”, explica a autora, “mas ponderando sobre a diversidade dos mitos e suas muitas ramificações, acredito que isso não seja um problema para os seguidores das religiões de matriz africana”.

O principal objetivo da autora, ao escrever o livro, foi justamente erradicar o preconceito, gerando conhecimento. Além de proporcionar para educadores, pais e escolas, um material rico e dinâmico, em linguagem atual, para a abordagem do tema: cultura africana, uma vez que faz parte do currículo nacional de educação, seja em sala de aula, ou fora dela.

SERVIÇO:
Livro: A Saga de Orum – Os Guerreiros Sagrados
Autor(a): Lara Orlow
Preço: R$ 38,00
Páginas: 364
Anadarco Editora

www.livrariadaana.com.br

http://jornalggn.com.br/fora-pauta/o-mundo-da-literatura-esta-um-pouco-mais-encantado

O público infanto-juvenil ganha uma nova publicação no Brasil!

Isso mesmo. Os sedentos por aventuras ficcionais mitológicas podem se preparar para essa nova aventura. 
A receita parece ser a mesma que já estamos acostumados: heróis, criaturas fantásticas, aventuras sobrenaturais, amizades eternas. Mas há algo de surpreendente e inovador. A autora Lara Orlow apostou em um tema inusitado. A mitologia africana.
Antes de ser escritora, ela mesma é uma leitora ávida, e encontrou uma lacuna na literatura fantástica. Nenhum livro do gênero utilizando a mitologia dos nossos ancestrais africanos. Para preencher essa lacuna, ela mesma, autora de outros dois títulos anteriores, resolveu arriscar: criou um trio de personagens brasileiros, adolescentes e muito improváveis para empreenderem uma grande missão em outro mundo.
A história acontece em Orum, o mundo dos orixás e se encontra às voltas de um grande mistério: a pedra sagrada do príncipe Oxaguiã desapareceu, e o garoto está à beira da morte.
O livro é recheado de bom humor e cenas inusitadas, como uma promoção de vasos de barro feitos por Nanã, o orixá do barro. Entre risadas e lágrimas, há um desfecho memorável, digno de prender a atenção do leitor do começo ao fim.
Mais uma pérola literária para nossas publicações nacionais.




Livro: A Saga de Orum – Os Guerreiros Sagrados
Autor(a): Lara Orlow
Número de páginas: 364
Anadarco Editora

Artigo do Portal Process - Literatura Nacional Recheada De Mitologia Africana

A autora Lara Orlow vem com um novo lançamento, surpreendendo expectativas, uma vez que o livro foi sucesso de vendas em seu lançamento

O fato aconteceu durante um simpósio de literatura fantástica, o Fantasticon.



Durante a história, os leitores são preparados para conhecer um novo mundo, o mundo das lendas e dos mitos africanos. Trata-se de uma inovação no mundo da literatura nacional, uma vez que existe muito pouco material publicado a respeito.

A Anadarco Editora comprou a ideia e publicou “A Saga de Orum – Os Guerreiros Sagrados”. Lara gosta de deixar sempre claro que não se trata de um livro religioso, mas ficcional, onde a mitologia africana serve como cenário, com seu panteão, mitos e deidades.

Entre magias ancestrais e profecias a serem desvendadas para a solução de um mistério, o leitor é levado a conhecer os orixás e suas características, sempre com o bom humor típico da autora que gosta de brincar com seus personagens colocando-os em situações no mínimo bizarras.

Então, agora nos resta conferir até onde essa grande aventura poderá nos levar. Livro: A Saga de Orum – Os Guerreiros Sagrados Autor(a): Lara Orlow Número de páginas: 364 Anadarco Editora

Artigo do Portal Process - Literatura Nacional Recheada De Mitologia Africana

A autora Lara Orlow vem com um novo lançamento, surpreendendo expectativas, uma vez que o livro foi sucesso de vendas em seu lançamento

O fato aconteceu durante um simpósio de literatura fantástica, o Fantasticon.



Durante a história, os leitores são preparados para conhecer um novo mundo, o mundo das lendas e dos mitos africanos. Trata-se de uma inovação no mundo da literatura nacional, uma vez que existe muito pouco material publicado a respeito.

A Anadarco Editora comprou a ideia e publicou “A Saga de Orum – Os Guerreiros Sagrados”. Lara gosta de deixar sempre claro que não se trata de um livro religioso, mas ficcional, onde a mitologia africana serve como cenário, com seu panteão, mitos e deidades.

Entre magias ancestrais e profecias a serem desvendadas para a solução de um mistério, o leitor é levado a conhecer os orixás e suas características, sempre com o bom humor típico da autora que gosta de brincar com seus personagens colocando-os em situações no mínimo bizarras.

Então, agora nos resta conferir até onde essa grande aventura poderá nos levar. Livro: A Saga de Orum – Os Guerreiros Sagrados Autor(a): Lara Orlow Número de páginas: 364 Anadarco Editora

 
© Blog Lara Orlow. Todos os direitos reservados.
Layout feito por Flavinha Fernandes